A Presidenta e suas vaias

Dilma, Dilma, coragem muita coragem para falar aos prefeitos novamente, mais uma vez e a história mostrar que ninguém te esqueceu.

Dificilmente se esquece de pessoas que pisam na bola e desta vez não foi diferente, eles não te esqueceram caríssima senhora que antes quando ministra da casa civil, fez pouco caso dos que ali estavam, é, boa parte dos que hoje te vaiaram novamente, fostes vaiada pelo povo, lembra daquela parcela que não te elegeu mas te aceitou, também ali estavam parte da parcela que te elegeu, quando fizeram a reintegração de posse do congresso.

Sua coragem é tamanha que dizer aos prefeitos que eles sabem bem que não se faz milagre para equilibrar orçamento, bom até te dou certa razão, e depois coloco a senhora junto com os teus algozes na mesma panela, o povo te ensina a fazer uma gestão melhor, para que praticamente 40 ministérios e secretarias com status de ministério?

Mostra para que veio e faça com que as mulheres não se envergonhem de ter a primeira presidente mulher justamente alguém que não teve coragem de fazer as reformas necessárias – política e tributária – mesmo que só duas, e ainda não mostrou para o que veio, se reúne com Lula, faz o discurso ditado por ele dizendo em outras palavras para os manifestantes “ai ai ai em, meninos maus, mamãe não quer que quebre a janela, hunf” e ainda diz que fará , que fará e que fará, mas não poderá fazer pois está travada com os conchavos que fizeste para manter-se no poder. Teu mandato já está se extinguindo, qual sua marca?

Qual sua contribuição para a história do país além de ser a primeira mulher a comandar uma das maiores nações do mundo, nosso PIB se retrai, a dívida interna está gritantemente alta, inflação passada da metade de dois dígitos, taxa de juros alta, quem lucra com isso é o mercado especulativo da bolsa, não há dinheiro “barato” para quem mais precisa, erradicação da pobreza é uma mentira deslavada, não se vende mais o almoço para comer na janta mas a quantidade de comida nas duas refeições cada mÊs que passa diminui, não existe incentivos agrícolas, e quando existe o pequeno produtor já vendeu suas terras aos grandes, como aconteceu na região sul do país com os avicultores, por causa da sua política errônea, por qual razão não compra a produção a preço de custo ao menos e distribui o alimento ao povo que passa fome debaixo de marquises e no semiárido nordestino?

Onde está a transposição do Rio São Francisco? Pois é Dilma, o “gigante acordou” como todos dizem, e espero que se mantenha acordado daqui para frente para que não tenha nem a senhora, tão pouco qualquer outro político usurpador que consiga dormir.

O povo pode te ajudar a fazer os ajustes necessários, corte na carne, na sua e dos seus, corte 50% de todos os funcionários públicos que ocupam lugar a cada 4 anos.

Rodrigo Rey

 

Comentários

comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 7 = three