Feirantes e moradores de Santos querem mudar o trajeto do VLT

Feirantes e moradores de Santos, no litoral de São Paulo, entregaram um abaixo-assinado com sete mil assinaturas para o Ministério Público (MP) solicitando a mudança do trajeto previsto para o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O documento pede que o traçado seja alterado do canteiro central da Avenida Francisco Glicério para a antiga linha do trem.

Os feirantes alegam que se o VLT passar pelo canteiro central, eles não terão para onde ir. Já a preocupação dos moradores das proximidades é que o zoneamento dos bairros seja alterado, passando a ser comerciais.

Segundo o Ministério Público, um estudo de 2008 aponta a antiga linha do trem como o traçado ideal para o VLT. O abaixo-assinado será usado como argumento pela Promotoria para defender a tese de que isso deve ser mantido.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) apresentou um estudo para justificar a alteração. De acordo com o MP, uma equipe técnica está analisando o documento e no dia 5 de novembro deve haver uma reunião para definir o impasse. Caso não haja acordo, o Ministério Público deve entrar com uma ação para interromper a obra.

Fonte G1

 

É interessante, a história do VLT veio logo em seguida a “morte” do TIM onde atenderia todas as cidades entre Cubatão e Peruíbe, anos se passaram e nada, agora surge o VLT com seu projeto inaugurado – sim, pois ultimamente só inauguram maquetes – porém todo seu projeto era para ser sobre os trilhos da antiga ferrovia, trecho pertencente a antiga FEPASA, porém no trecho santista mudaram parte de seu curso, para que passasse no meio da avenida Francisco Glicério, e as motivações e justificativas diversas não são verdadeiras, pois a realidade é que como existe um centro de convenções no caminho por onde o VLT passaria e seu dono é um empresário de Santos que “manda” mais que o prefeito na cidade, então ele conseguiu fazer com que fosse alterado o trajeto.

Porém vejo a sanidade do MP em interromper a obra, afinal quem manda na cidade? Se o projeto é antigo como muitos – túnel entre Santos e São Vicente e o túnel/ponte/elevador (rs) entre Santos e Guarujá – então não existe argumentação válida para se alterar o traçado do projeto, só é lamentável a letargia da população e principalmente a conivência de muitos legisladores desta cidade com o poder econômico, a região como um todo é pessimamente explorada comercialmente, ótimo polo turístico, poderia ser muito melhor desenvolvida, porém sempre quem é parte da “elite” santista não só manda na própria cidade como influencia na vida da região como um todo.

vlt222

Comentários

comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

thirty three + = 36