Projetos e projetos, algo de concreto? Qual a dificuldade?

Não é de hoje que existem projetos interessantes no litoral, ora entre São Vicente e Santos ora Santos e Guarujá, já inauguraram maquetes e a obra mudou, aliás o projeto, antes haveria uma ponte entre Santos e o Guarujá a muito reivindicado e com justa razão, o sistema de balsas não atende mais a necessidade da ligação que há entre os dois municípios, se temos neblina o sistema para, se temporal muito forte, novamente o sistema para.

Recentemente foi inaugurada a maquete do túnel que ligará as duas cidades, isto já se passaram seis meses senão me engano e até o momento nada de túnel e dizem que não é possível fazer, bom existe o túnel do canal da mancha ligando a Inglaterra a França não só por via rodoviária mas também a ferroviária e por qual razão não seria possível fazer em um trecho curtíssimo como as duas ilhas?

Havia também a intenção de se criar o túnel entre Santos e São Vicente, outro projeto que virou lenda, até o momento nada foi feito ou licitado mas sim foi esquecido. A história do túnel entre as duas cidades já vem de anos atrás, quem sabe algumas décadas, mas nada foi levado a cabo, seja por falta de vontade ou bairrismo ou sabe-se lá qual motivo, mas o que é certo é que além da zona noroeste por Santos e pela praia, as duas cidades teria um escoamento de trânsito muito maior, mas cadê a vontade política em duas cidades com deputados federal e estadual?

Havia também a conversa de uma universidade federal para a região, se alguém souber onde ela está por favor me informem!
Bom, agora a última novidade! Um hospital regional em São Vicente! Que bom! Se não fosse pelo fato polêmico de se destruir um centro de convenções para que isto aconteça, que aliás, era para ser uma rodoviária e que poderia até contar pelo espaço, com um terminal de ônibus o que facilitaria muito o ir e vir, mas lógico, nossos sempre benevolentes e que sabem mais das necessidades da cidade do que a própria população preferiu um centro de convenções do que uma rodoviária, agora prefere destruir a rodoviária para construir o hospital.

Onde está o planejamento, o senso de que é preciso ter mais critério com o dinheiro público? Não há transparência necessária e precisa com o dinheiro da população, temos o litoral paulista com um IPTU muito alto em vista do retorno que lhe é dado a população sem se esquecer da falta de opções muitas vezes a turistas, como museus fechados em finais de semana entre outros.

É preciso repensar, é gritante renovar!

Rodrigo Rey

Comentários

comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ three = thirteen