Violência contra a mulher x pesquisa IPEA

O problema da violência seja contra quem for, é algo mais do que sabido e a violência contra a mulher é indiscutível que existe, seja por violência física ou psíquica, e é óbvio que sou contra violência seja ela qual o tipo e contra quem for.

Bom, me deparei esta semana com a divulgação de que mais de 60% da população brasileira e homens colocam a culpa no modo de se vestir das mulheres, que acabam por favorecer o estupro, primeiro que é ridícula esta afirmação, quer dizer que tenho que dizer a minha esposa vestir burca?

Fui atrás da pesquisa do IPEA, ver como, quando e a metodologia utilizada nesta pesquisa, no que me deparo que “os brasileiros” da pesquisa correspondem a menos de 0,01% da população e que ela foi feita apenas entre as regiões sul e sudeste em áreas metropolitanas e cidades de médio porte.

Analisando a pesquisa.

A pesquisa que diz que 65% dos brasileiros acham que a roupa que a mulher veste é o fator principal para o estupro, bom vamos lá, então quer dizer que 70.361.450 de brasileiros pensam isso? Foi levado em consideração a diversidade regional e cultural?

A quantidade de pessoas que foram 3.810 ou seja, se em 01/07/13 segundo o IBGE atingimos 201.032.714 de brasileiros, estes 3 mil e pouco corresponde a muito menos da afirmação colocada que 65% dos brasileiros “acham alguma coisa”, para mim esta pesquisa em nada é quantitativa ou qualitativa, mas apenas uma amostragem, se eu for pesquisar no centro das regiões metropolitanas do estado de São Paulo, quanto a violência e sequestro e me dá uma estatística baixa, poderei então dizer que o estado como um todo é seguro, criminalidade baixa entre outros pontos mais?

Se nos basearmos sobre o perfil de quem respondeu a pesquisa, pegando o maior índice teremos a seguinte conclusão, pessoas que moram no sul e sudeste, residentes em áreas metropolitanas, católicos, com baixa escolaridade e que em média a renda per capita é de R$ 531,26 dizem que “Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros.” e que “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas.”

Para mim além de uma pesquisa mal feita, não reflete em nada a não ser a cultura da mulher que está na TV de biquíni é linda e a que anda pela rua com uma mini saia ou um vestido decotado é vulgar, é o conservadorismo, se mostrando através de uma pesquisa ao meu ver duvidosa, feita a quase um ano atrás, e só agora divulgada, por qual razão disto? Não está dando certo o incentivo de “lutas de classes” agora vamos para a “guerra dos sexos”?

Questiono a falta da presença de debates nas escolas, faculdades entre outros locais quanto a valorização do ser humano, coloco aqui uma frase de uma amiga (Rosana Luz):

“pelo que se vê, tá faltando psicologia social nas escolas. Veja que as pessoas simplesmente ignoram o fato de que o MEIO forma metade do caráter da pessoa. Não é possível que ainda se desconheça mais de 100 anos de pesquisa na área da psicologia com conclusões bastante sólidas sobre a formação do psiquê do indivíduo.”

Onde estão estes estudos? Onde estão as ações desde o primeiro estudo? Será que só manifestação como protesto e se injuriar com o que enaltecem na pesquisa resolve? Não! Claro que não, precisamos usar o que temos e as escolas estão aí para isso, espaços perfeitos para chamar a população e especialistas junto a educadores para que diminuamos este problema, com certeza esta pesquisa será material para alguém fazer campanha dizendo “olha isso…” e um monte de bla bla bla e nada de efetivo, quantas são as mulheres e não somente as héteros que sofrem abusos e violência, apanham e sequer vão a delegacia prestar queixa? Precisamos parar de se escandalizar e partir para a ação.

“Algumas pessoas usam a estatística como um bêbado utiliza um poste de iluminação – para servir de apoio e não para iluminar”
Andrew Lang

Link para a pesquisa completa.
Pesquisa Ipea Violencia contra a mulher

Agradeço aos que comentam costumeiramente minhas postagens, o que enriquece o debate e traz assim mais conhecimento.

Comentários

comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ fifty three = 55